Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Orçamento Participativo de Portugal


Entendido como um mecanismo de democracia participativa, que confere aos cidadãos o poder de decidirem como devem ser investidas verbas nos orçamentos públicos, o OPP - Orçamento Participativo de Portugal encontra-se na fase de votação dos projetos selecionados no âmbito das áreas de governação: cultura; agricultura; ciência; educação e formação de adultos (em Portugal continental). Nos Açores e na Madeira abrange ainda as áreas da justiça e da administração interna.
O voto dos cidadãos vai ser decisivo para o investimento de 3 milhões de euros na concretização dos projetos da sua preferência (os mais votados).
Com base na discussão e elaboração de propostas candidatadas ao OPP em encontros participativos, da sua análise técnica e transformação em projetos, e após a publicação da respetiva lista, estes projetos estão a votos, por parte dos cidadãos, de 7 de junho até 10 de setembro do corrente ano.
Com incidência no Alentejo contam-se 211 projetos (139 de âmbito nacional e 72 de âmbito regional), tematicamente assim distribuídos: 90 na área da Cultura; 37 na área da Agricultura; 36 na área da Ciência e 48 na área de Educação e Formação de Adultos.
Seguir-se-á, no decorrer de setembro, a apresentação pública dos projetos vencedores.
Saiba mais em: https://opp.gov.pt/como-votar