Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Infra-estruturas de gestão/tratamento

 

Os resíduos urbanos (RU) produzidos na Região Alentejo são geridos por cinco sistemas integrados: quatro sistemas intermunicipais (AMBILITAL, AMCAL, GESAMB e RESIALENTEJO) e um sistema multimunicipal (VALNOR) (ver mapa)

 

As infra-estruturas de tratamento instaladas constam de:

  • Aterros sanitários: 5
  • Unidades de Tratamento Mecânico e Biológico: 4 (encontrando-se 2 licenciadas e em funcionamento)
  • Ecocentros: 29
  • Centrais de triagem: 5
  • Estações de transferência: 19

 

No que respeita a outros tipos de resíduos, ainda se encontram no Alentejo:

  • Aterros de resíduos não perigosos de origem industrial: 2
  • Aterros de resíduos inertes: 2